Soledade promove I Festival de Queijos

queijo-artesanal-almeida-guimaraes-2_B.jpg

Jornalistas fazem fampress para conhecer o evento

Um grupo de 30 jornalistas e fotógrafos paraibanos, que integram os principais veículos de Comunicação do Estado (jornal, portais, rádios, Tvs e blogs) e estão instalados em João Pessoa, participa nesta quinta-feira (16) de um fampresspromovido pela Empresa Paraibana de Turismo (PBTur) e pela Prefeitura da cidade de Soledade.

Um micro-ônibus vai transportar os profissionais de Imprensa para acompanhar a abertura do 1º Festival de Queijos de Soledade, município que está localizado na região do Cariri e fica 165 km da capital, e que busca incrementar a produção de laticínios e a gastronomia local. O evento é uma iniciativa da prefeitura e tem o apoio da PBTUR, Governo Federal e do Sebrae-PB.

O festival do Queijo vai ser realizado até o dia 18 (sábado) e está reunindo 17 produtores locais, que receberam uma capacitação dos técnicos do Sebrae-PB sobre aperfeiçoamento na fabricação do produto. Segundo a divulgação do evento, a produção do queijo é o principal cartão postal da cidade, além de que passará a fazer parte da programação comemorativa pela fundação de Soledade. Neste ano a cidade está completando 136 anos. A programação do evento prevê um Festival Gastronômico com a participação dos principais restaurantes da cidade, que irão preparar pratos à base de queijo. Ao todo serão um total de 30 balcões para exposição e venda do produto, além de artesanato que ficarão dispostos em balcões instalados na praça central da cidade.

A presidente da PBTur, Ruth Avelino, explica que a realização de um fampresé uma iniciativa corriqueira na divulgação de roteiros e novos produtos turísticos. “O papel da PBTur, neste caso específico de Soledade, é convidar jornalistas paraibanos para conhecer a cidade, suas potencialidades econômicas e seus principais produtos turísticos. O festival que vai ter sua primeira edição é uma iniciativa que tem tudo para dar certo. Fácil acesso pela rodovia BR-230, pois Soledade fica na rota entre o litoral e o sertão, as pessoas passam de carro ou de ônibus pela cidade. Uma gastronomia diversificada e artesanato. Ingredientes para um bom roteiro turístico. Tenho certeza que muitas pessoas conheciam Soledade apenas por parar e degustar um café, um queijo ou uma tapioca e seguir viagem”, disse.

Na avaliação da executiva paraibana, o próximo passo é convidar jornalistas especializados em Turismo  de outros Estados para virem à Paraíba conhecer a produção de queijos especiais em Soledade. “Quem vai imaginar que uma região conhecida nacionalmente como uma das mais secas do Brasil, onde temos Cabaceiras com a Roliúde Nordestina, a Festa do  Bode Rei, o Lajedo do Pai Mateus, tenha uma cidade que produz queijos e outras iguarias a partir do leite de vaca?”, indaga Avelino.

Fonte: PBTUR site

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

scroll to top