“Paraíbas” e “paraibadas” são expressões racistas?

Antonia-Copia.jpg

(Brasília - DF, 30/08/2019) Presidente Jair Bolsonaro concede entrevista à Antonia Fontenelle, Atriz e YouTuber. Foto: Carolina Antunes/PR

Polícia Civil abre inquérito contra Antônia Fontenelle

A Polícia Civil da Paraíba abriu inquérito para investigar o uso de expressões da blogueira Antônia Fontenelle ao se pronunciar para criticar o DJ paraibano Ivis, preso por agredir a esposa. Ela disse que “esses paraíbas fazem um pouquinho de sucesso e acham que podem tudo”.

Bastante criticada nas redes sociais, inclusive por Juliete Freire, que acusou a fala de xenofobia, Antônia Fontenelle disse que não se tratava de xenofobia, e que estava falando de “quem faz paraibada”.

O inquérito foi aberto na Delegacia Especializada de Crimes Homofóbicos, Raciais e Étnicos, sob a responsabilidade do delegado Pedro Ivo. A investigação ira observar se as palavras da blogueira se enquadram no crime previsto no artigo 20 da Lei Nº 7716, de 1989, a Lei do Racismo. (foto Internet-divulgação)

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

scroll to top