Laurentino Gomes lança segundo volume de Escravidão

Na-Baia-de-Luanda-capital-de-Angola-maior-porto-negreiro-da-historia-do-Atlantico-scaled.jpg

Novo tomo aborda o Brasil, maior território escravista do mundo

Será no dia 22 de junho, pela Globo Livros,  o aguardado lançamento do segundo volume do livro Escravidão, de Laurentino Gomes. O livro virá em três versões: no papel, e-book e audiobook. Já estará em pré venda a partir do dia 22 de maio. Já o terceiro volume que completa o projeto será lançado em 2022, bicentenário da Independência do Brasil.

A notícia foi divulgada em primeira mão na coluna do jornalista Ancelmo Góis. O escritor ressalta que o segundo volume tem como cenário principal o Brasil, maior território escravista do mundo, a partir do século XVIII. O primeiro volume, no qual Laurentino se debruçou sobre a África e as origens da escravidão, foi lançado na Paraíba, nos municípios de João Pessoa, Bananeiras e Areia, com a presença do autor.

Em entrevista quando esteve em João Pessoa, Laurentino disse: “O Brasil foi o maior território escravagista do hemisfério ocidental. Recebeu quase cinco milhões de cativos africanos, cerca de 40% do total de doze milhões embarcados para as Américas. Como resultado, tem hoje a maior população negra do mundo, com exceção apenas da Nigéria. Foi também o país que mais tempo resistiu a acabar com o tráfico negreiro e o último a abolir o cativeiro, pela Lei Áurea de1888 – quatro anos depois de Porto Rico e dois depois de Cuba. A escravidão foi a experiência mais determinante na história brasileira, com impacto profundo na cultura e no sistema político que deu origem ao país depois da independência. Nenhum outro assunto é tão importante e tão definidor para a construção da nossa identidade”.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

scroll to top