Ilha da Madeira vai receber turistas vacinados com todos os imunizantes

86178-Funchal.jpg

Madeira sai na frente em passo importante para o turismo

O governo da Ilha da Madeira, região autônoma de Portugal, anunciou que vai aceitar a entrada de turistas imunizados com qualquer vacina contra covid-19, mesmo aquelas não aprovadas pela Agência Europeia de Medicamentos (EMA).

Pedro Ramos, secretário de saúde da Madeira, disse que todas serão aceitas “Se milhões de pessoas foram vacinadas com estas vacinas (não aprovadas pela União Europeia), o nível de proteção é semelhante a outras”.

Popular pelo seu vinho e a paisagem verde, a ilha portuguesa aceitará entrada de pessoas vacinadas com a Coronavac, da chinesa Sinovac e aplicada em massa no Brasil; a russa Sputnik V, indiana Covaxin e a cubana Soberana.

A versão da AstraZeneca produzida na Índia, não reconhecida pela UE, também será aceita na região. Estima-se que 5 milhões de pessoas do Reino Unido, uma importante fonte de turismo estrangeiro para a Madeira, tenham recebido essa vacina. 

Governada pelo principal partido de oposição ao primeiro ministro português António Costa, a ilha é um dos principais destinos turísticos europeus e foi eleita o destino mais seguro deste ano. Com a medida, o arquipélago espera estimular o turismo local.

Vale ressaltar que Portugal continental e os demais integrantes da União Europeia, que lançou seu certificado digital covid aceitam até agora turistas imunizados com apenas quatro vacinas – as da Pfizer e BioNTech, Moderna, AstraZeneca e Johnson & Johnson. 

Exame

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

scroll to top